OS PRIMEIROS MIL DIAS DO BEBÊ: 
SAÚDE PARA A VIDA

O que são os primeiros mil dias?

Os primeiros mil dias do bebê consistem no período da gestação (270 dias) + os dois primeiros anos de vida do bebê (730 dias). Por ser um o período mais importante do desenvolvimento físico e mental do bebê, os primeiros dois anos de vida são determinantes para o futuro. Devemos aproveitar as oportunidades dos primeiros anos de vida para estimular adequadamente o bebê e desenvolver bons hábitos alimentares, que irão aumentar as chances dele se tornar um adulto saudável física e emocionalmente.

os primeiros mil dias do bebê
Por que contar os dias a partir da gravidez?

Consideramos o período da gravidez como parte dos primeiros mil dias porque o desenvolvimento físico e neurológico do bebê é muito intenso nesse período e tudo o que ocorrer na gestação tem consequências na saúde física e emocional do feto. A alimentação da mãe durante a gravidez, por exemplo, terá grande impacto na saúde dela e do seu filho. Dentre outros aspectos, os alimentos que a mãe ingere ajudam a determinar o paladar do bebê. Além disso, a criança pode ser prejudicada se a mãe tem uma alimentação pobre em nutrientes ou faz uso de medicamentos inadequados, álcool, cigarro ou drogas. Um pré-natal bem feito, hábitos de vida saudáveis, a prática de exercícios físicos e um ambiente emocional adequados vão gerar efeitos duradouros.

Quais os princípios mais importantes nos primeiros mil dias?

Nutrição
A alimentação saudável nos primeiros anos de vida promove o crescimento e o desenvolvimento adequados da criança. Isso inclui a dieta equilibrada da mãe, com suplementação de vitaminas e minerais necessários, aleitamento materno exclusivo até o 6º mês de vida e introdução da alimentação correta a partir do 6º mês. Há estudos que mostram que a alimentação adequada nos primeiros dois anos de vida favorece o desempenho intelectual e previne obesidade e doenças crônicas na idade adulta.

Cuidado
As experiências vividas na primeira infância afetam o desenvolvimento do cérebro. Crianças que crescem em ambiente emocional saudável têm melhor aprendizagem e equilíbrio emocional. Amor, carinho e contato físico entre pais e filhos são essenciais para estabelecer uma estrutura positiva para o desenvolvimento.

Estímulo
É dever dos pais, demais familiares e da comunidade estimular as crianças e criar condições para que elas atinjam ao máximo seu potencial. Conversar e brincar são atividades fundamentais para o desenvolvimento da criança. Conviver de maneira saudável com adultos e com outras crianças gera os estímulos para que elas aprendam e desenvolvam a independência, autoconfiança e inteligência.

O acompanhamento pediátrico regular é fundamental para a promoção à saúde e prevenção de doenças, identificando e corrigindo precocemente a situações de risco. No primeiro ano de vida, o bebê deve ir ao pediatra todos os meses, e a cada três meses no segundo ano de vida.

Criar condições favoráveis ao desenvolvimento nos primeiros anos de vida é um grande passo para formar adultos saudáveis e produtivos, fortalecendo as famílias e a sociedade como um todo.